Cartões Postais de São Paulo

"Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruzo a Ipiranga e Av. São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas
Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente e não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes
E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E quem vem de outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva
Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mas possível novo quilombo de Zumbi
E os Novos Baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa"

Sampa -> Caetano Veloso

Prédio na Praça da Sé que pintei com o Fel e vista para o edifício Altino Arantes, o Banespa, no centro de São Paulo. Foto: Fel

Leia mais...

Tailândia 2016

A convite da Galerie Adler, estive na Tailândia para expor meu trabalho em maio deste ano, pintei um painel, telas e um cachorro gigante, além de ter desenvolvido uma linha de camisetas, bolsas e chapéus para a abertura da galeria, em Bangkok, cidade que muito lembrou São Paulo. Aproveitei a rápida presença no país para fazer turismo, pintar e conhecer artistas locais, segue algumas fotos!!

Leia mais...

Os Novos Macacos Sábios

O maior muro que já pintei. 35 metros. 37 graus. Tinta óleo. Projeto Ocupação Artística no SESI-SP. Obrigado todos do SESI pelo suporte!!

_Os Novos Macacos Sábios foi um projeto pensado exclusivamente para o SESI Taubaté. Em dois lados da caixa d’água, o artista Subtu desenvolve um totem com três macacos, propondo uma re-interpretação da famosa imagem nipônica, abordando duas possibilidades do uso da tecnologia pelos personagens, convidando os transeuntes a refletir sobre a forma como a tecnologia pode interferir nos seus sentidos_

Leia mais...

Sitiolândia

Fui convidado para pintar o labirinto da Sitiolândia, parque ecológico e educacional situado na Serra da Cantareira, em SP. Foi um grande desafio, muito prazeroso, onde pude desenvolver novos personagens em um cenário incrível, com certeza um dos locais mais interessantes que já pintei. Trabalho realizado em parceria com meu amigo Fel.

 

Leia mais...

Informações adicionais